Educação para a Saúde/Educação Sexual

Projecto Educação para a Saúde/Educação Sexual

Rua Álvaro Carneiro
4715-086 Braga
Portugal

micpaz@esas.pt

 

É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.
É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.
É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.
Cai o silêncio nos ombros,
e a luz impura até doer.
É urgente o amor,
É urgente permanecer 

                                                                                            Eugénio de Andrade

Vive a tua sexualidade com responsabilidade. Zela pela tua Saúde e pela dos outros!

Se ainda tiveres dúvidas ou questões(ou se apenas queres saber mais) dirige-te aos Gabinetes de Saúde Juvenil do IPJ.

Informa-te

Rua de Santa Margarida, 64

4710-306 Braga

Tel: 253 204 250

Fax: 253 204 259

E-mail: geral@juventude.gov.pt 

http://juventude.gov.pt/SaudeSexualidadeJuvenil/Paginas/default.aspx

 Gabinete de Informação e Apoio ao Aluno(GIAA)

Horário de Funcionamento

Quinta -feira  das 10h00 às 12h00

Sexta-feira das 10h00 às 11h35

Local

Bloco E- RC

Equipa técnica

■Dr.ª Irene Paz (Docente de Biologia e Geologia);

■Dr. Nuno Torrinhas (Docente de Biologia e Geologia);

■Enf.ª Sandra Duarte (UCC Assucena lopes Teixeira);

 

GIIA VIRTUAL

A equipa da Educação para a Saúde está, a partir deste momento, mais acessível. 

Podes escrever um email, com as tuas preocupações, para giaa @ esas.pt

Objectivos

Gerais

  • Desenvolver a consciência cívica de toda a comunidade como elemento fundamental no processo de formação de cidadãos responsáveis, activos e intervenientes.
  • Criar o sentido da responsabilidade de cada um na promoção da saúde individual e da comunidade.
  • Fomentar e respeitar hábitos de saúde saudável.

Específicos (Sexualidade)

  • Valorizar a dimensão afectiva na sexualidade entre as pessoas, como factor de desenvolvimento individual, respeitando o pluralismo das concepções existentes na sociedade portuguesa.
  • Reduzir consequências negativas dos comportamentos sexuais de risco, tais como a gravidez não desejada e as infecções sexualmente transmissíveis.
  • O respeito pela diferença entre as pessoas e as diferentes orientações sexuais.
  • Valorizar uma sexualidade responsável e informada.
  • O reconhecimento da importância de participação no processo educativo de encarregados de educação, alunos, professores e técnicos de saúde.

Específicos (Consumo de Substâncias Psicoactivas)

  • Promover a aquisição de informação válida sobre as substâncias (tabaco, álcool e drogas), os respectivos processos de dependência e as principais repercussões físicas, emocionais e sociais.
  • Promover o desenvolvimento do sentido crítico e a capacidade de tomar decisões de modo responsável relativamente ao consumo destas substâncias.
  • Desenvolver a capacidade de saber resistir às pressões sociais e em particular à pressão dos pares.
  • Promover o envolvimento de toda a comunidade educativa – alunos, pais, encarregados de educação, professores, técnicos, instituições da comunidade - no desenvolvimento de factores protectores e na diminuição de factores de risco associados ao consumo destas substâncias.